segunda-feira, agosto 13, 2007

Pretensão demais???

Olá a todo mundo...

Quero relatar a qualquer um interessado em saber que um tipo de experimento social relacionado ao discordianismo está sendo realizado. E a cobaia sou eu, da mesma forma que o cientista sou eu.

A Cabala Orkutcídio Em Massa para Adoradores de Lasagna é uma dissidência discordiana que acredita no super-homem discordiano. Eu parto do seguinte princípio:

Nietzsche expôs o seu ideal de super-homem; ele dizia que o homem deveria ser superado. Mas, quando eu olho para a sociedade ao meu redor, quando eu olho para tudo o que a sociedade e o próprio indivíduo fizeram nos anos que vieram depois da morte de Nietzsche, vejo que aspirar por algo a mais é muita pretensão.

Meu pensamento é de que o ser humano chafurdou muito profundamente na sujeira de suas próprias correntes; aquelas que ele coloca e a que os outros colocam. O homem não é mais humano; o ser humano hoje em dia baixou tanto o nível que ele virou um animal sofisticado. Usando a razão de vez em quando pra cumprir suas parcas vontades instínticas (se é que tal palavra existe, mas deixa pra lá...) de forma que "humanizar" a humanidade hoje em dia já tá de bom tamanho. Aspirar por algo a mais que isso é uma utopia muito pior do que qualquer uma.

Entretanto, aproveitando a deixa, eu comecei, nos escritos do Livro da Lasagna de Mamão, a interpretar o super-homem nietzscheano de maneira diferente; até que cheguei a uma idéia diferente da dele; tão potencialmente diferente que prefiro não mais chamá-la de interpretação. Já virou outra coisa mesmo. O que eu chamo de "super-homem discordiano"

É pretensão demais? É... É um pouco de atrevimento? É... É um pouco de generalização? É, também é... Mas e daí? As minhas idéias não fogem do discordianismo; não faço mau uso de Éris. Apenas sou individualista, eudemonista hedônico curto e grosso, anarquista, agnóstico, e adepto da idéia de que unir razão e emoção é um casamento que faz a vida ser livre E feliz at same time. ISSO é ser muito diferente do discordianismo? Suponho que não, certo?

Droga, o texto tá ficando longo. Tá ficando chato. Deixa eu terminar só: depois de muita falaçada e de perceber em mim mesmo que o discurso tava foda e a ação tava pouca, resolvi botar em prática algumas coisas que vi por aí, como por exemplo aquele negócio hihicroned do "explosão da mente". Mal comecei e já tenho dúvidas; tou tentando mudar, ser diferente, tentar seguir meus próprios ideais sobre a alcunha do "super-homem discordiano". E isso assim, do dia pra noite. Resolvi escrever essas experiências e esse diário tá lá na cabala. Portanto, quem quiser acompanhar... orkutcidio.wordpress.com

Salve Éris!

PS: Só agora percebi que essa "modificação" toda ocorreu na véspera do feriado de Zarathud. Wow.

Um comentário:

wodouvhaox disse...

gostei