domingo, fevereiro 01, 2009

Bela-Parrachia: Sub-divisões tipológicas.





Todos sabem que o Bela-Parrachianismo é um fenômeno arcaico retomado com força no final do século XX e início do século XXI, especialmente no Brasil e ainda mais no RJ. Longe de querer explicar as razões de tal fenômeno, me interessa mais continuar uma análise começada a tempos atrás sobre a situação contemporânea do Parrachianismo. Muitos ainda se confundem, creditando ao Parrachianismo origem Discordiana/ Erisiana, como se fosse uma ramificação tupiniquim e pós moderna.
Ora, queridos, sinto em novamente ter que reforças a diferença não só de origem, mas de natureza teórico/prática entre as duas doutrinas. Para continuar minha intenção, após esse leve jogar de brasas, devo me ater ao fenômeno Parrachiano que tem cada vez mais saído de suas cavernas e tomado as ruas da cidade do Rio de Janeiro.
Minha tese é que o Parrachianismo desde o momento em que surge pode ser dividido, até o presente momento, em 5 fases distintas, embora relacionadas. Ainda, para facilitar a compreensão do que pretendo dizer, é mister expor uma entrevista com o Pedro Cachaça, um dos responsáveis pela renascença do parrachianismo prático no último ano.

Inicialmente penso que o Bela-Parrachianismo poderia ser dividido a partir de tais estágios:

1 – Parrachianismo Pré-Chinês
2 – Parrachianismo Chinês
3 – Parrachianismo Árabe
4 – Parrachianismo Ocidental Contemporâneo (ressaltando o Francês e o Brasileiro, no RJ iniciando com Sâmia, o artista Tiago Ganso e FernandoR e o Konh Hu)
5 – Parrachianismo Prático/Cacofonico – tomando força com o Pedro Cachaça e com o Sr. Pestifero.

Entrevista, relativamente cortada, com Pedro C., divulgador do dadaísmo no RJ:
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz: = Cachaça
olha
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
me parece que há 4 fases
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
a 0
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
a 1 seria o intervalo entre la e voces
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
a 2a seriam a com v6
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
e "eu"
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
2.5
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
um desdobramento
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
afinal eu começei com a vida e morte
Fernando diz:
então, como vc descobriu o parrachianismo?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
=O
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
eu nao sei
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
nao me lembro =OO
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
nao sei se por contato indireto contigo
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
ou diretamente ao vida e morte
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
nao sei
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
só sei que eu entrei definitivamente depois de lê-lo pela 5a vez
Fernando diz:
ih, a Sophia interveio aqui
Fernando diz:
me mostrando fotos do Backyardingans..
Fernando diz:
vc já viu?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
qual sophia
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
sophia sophia
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
conheço nao
Fernando diz:
minha filha
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
massa
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
bom nome
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
e o que sao esses backyards nao sei o que
Fernando diz:
são uns personagens de desenho..
Fernando diz:
qual pergunta que você acha que deveria ser feita?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
olha
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
tive uma ideia
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
essa pode ser uma entrevista bilateral
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
tanto pro seu quanto pro meu blog
Fernando diz:
sim.. eu já estou gravando tudo que esta sendo dito... acho que a entrevista é isso tudo...
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
gravando como?
Fernando diz:
embora possa ficar grande...
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
copiando e colando?
Fernando diz:
tipo, copiar/colar..
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
é só editar e limpar depois
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
ja fiz isso
Fernando diz:
vc é mais rápido..
Fernando diz:
vc acha que isso pode influenciar o resultado presente do mov. de Santa Teresa?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
ja fiz isso em outro momento*
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
isso a entrevista?
sendo otimista, sim
Fernando diz:
a entrevista não.. sua velocidade
Fernando diz:
e a cacofonia... qual a ligação possível com o parrachianismo?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
e nossas proprias versoes para esses simbolismo
Fernando diz:
como vc vê essa ligação?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
simbolismos
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
uma boa ligação sao alguns conceitos em comum
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
o que mais me atrai e a possibilidade, que ambos permitem, de um usar o outro
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
o que mais me atrai é a...*
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
por sinal essa historia de extase com ritmos de respiraçao é beem massa
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
e o cumulo disso sou eu entrando em hiper ventilaçao durante as aulas pra ficar zoado e me divertir um pouco
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
voltando a entrevista
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
ce perguntou
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
vc acha que isso pode influenciar o resultado presente do mov. de Santa Teresa?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz (22:36):
ja fiz isso em outro momento*
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz (22:37):
isso a entrevista?
sendo otimista, sim
Fernando diz (22:37):
a entrevista não.. sua velocidade
"
Fernando diz:
isso (id)
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
entao, bicho, não há movimento.
Fernando diz:
como assim?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
eu me recuso a formalizar essas maluquices cacoparrachianas como movimento
Fernando diz:
e o que seria isso: ausência de movimento?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
melhor ainda seria nao procurar nomes para esses eventos quinzenais
Fernando diz:
ou não seria possível, através da relativazação nominal e do ritual do arroz que esses eventos não fossem os mesmos encontros?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
como assim os mesmo encontros?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
ce diz entre caco e parrachia?
Fernando diz:
sim... Have a Nietzsche day...
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
claro
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
sempre foram
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
mas ainda assim, nada de movimento!
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
não há movimento cacofonico ou parrachiano em santa teresa, só eventos e atos cacofonicos e parrachianos, sacas?
Fernando diz:
então, vc está dizendo que só há ato?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
pode ser
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
eu nao fico dizendo para as pessoas, "bem vindo a sociedade da cacofonia!" ou coisa assim. elas só vivenciam
Fernando diz:
então, vc acha que isso é uma possível passagem do mov. das bolas de gude do parrachianismo para um ato contínuo de mutação sem mudança?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
eu fiz meu primeiro evento antes de saber o que era cacofonia, e dividia muitos conceitos com a bela-parrachia antes de conheçe-la, por exemplo
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
achar isso implicaria deu estar encabeçando o "parrachianismo"
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
fardo queu delego
Fernando diz:
então, carnaval ou contracultura?
autosuberversao coletiva... engordando o monstro memético diz:
pur que nao os dois?!

E assim termina por hoje.

Um comentário:

Pedro disse...

http://parrachia.blogspot.com/2009/02/bela-parrachia.html