terça-feira, setembro 25, 2007

Super-heróis assaltam posto de gasolina

Um roubo extraordinário é tema absoluto das conversas e comentários na pequena vila de Cerejeiras. O crime, no mínimo excepcional, ocorrido na madrugada do dia 20, na loja de conveniência de um posto de gasolina (a alguns km da cidade, nas imediações da BR 304), não só assustou pela ousadia, mas arrancou risos pelo seu estilo pouco peculiar.

Foi uma cena típica de cinema: cinco pessoas entraram, por volta das 2 horas, na loja de conveniência do posto Shell, e, sem anunciar assalto ou render funcionários, começaram a percorrer as prateleiras, com grandes sacos, nos quais enfiaram rapidamente dezenas de mercadorias, principalmente bebidas caras. Devidamente mascarados de personagens de quadrinhos, como batman e homem-aranha, e sem empunhar armas, os assaltantes, que saíram juntos num carro, sequer ameaçaram verbalmente a única funcionária presente na loja: segundo a mesma, "eles entraram muito rápido, rindo (...) um deles ficou me olhando, parado, dizendo que não iam fazer nada demais, que eu ficasse tranqüila". A administração do posto, que afirma não sofrer com assaltos há anos, não esconde a surpresa: "Não tentaram roubar o caixa. Pegaram bebidas e comida."

Segundo a funcionária Jeane, única testemunha imediata do crime, o grupo, que poderia se passar simplesmente por um bando de bêbados vândalos, parecia organizado, pois teriam entrado na loja justamente na hora em que os dois funcionários do posto estavam no banheiro. "Tinha um motorista esperando eles. Aí em 1 minuto eles chegaram, roubaram e saíram."

Nada de violência: os cinco ladrões dançavam, ainda cumprimentaram Jeane e, de quebra, ainda lhe "presentearam" com uma camiseta com dizeres em espanhol. O delegado adjunto Francisco Oliveira, encarregado do caso, não descarta a possibilidade do assalto envolver participação de estrangeiros, dada a comprovada origem argentina da camiseta: "Nunca vi isso por aqui, nem no Brasil. Estamos investigando uma possível ação de delinqüentes estrangeiros."

Fonte: CMI

pescado no Delinquente

Nenhum comentário: