segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Sobre Ocultismo

tradução de Mottahead




Mágicos, especialmente desde as influências dos Gnósticos e da Cabala, buscam níveis mais altos de conciência por assimilação e controle de opostos universais, bom/mal, positivo/negativo, macho/fêmea, etc. Mas devido a firme pomposidade do ritualismo herdado dos métodos antigos dos xamãs, os ocultistas foram encobertos aos que são talvez os dois pares mais importantes de opostos aparentes ou terrenos: ORDEM/DESORDEM e SERIEDADE/HUMOR.

Mágicos, e sua progênie os ciêntistas, sempre se levaram e ao seu assunto de uma maneira sóbria e ordenada e assim desconciderando um equilibrio metafísico essencial.
Quando os mágicos aprenderem a se aproximar da filosofia como uma arte maleável em vez de uma Verdade imutável, e aprender a apreciar a absurdidade do ambiente humano, então eles poderão procurar sua arte com um coração mais leve, e talvez ganhando uma compreensão mais clara disso, e então ganhando efetivamente mais mágica. CAOS É ENERGIA.

Este é um desafio essencial aos conceitos básicos de todo pensamento oculto ocidental, e Fnords está humildemente agradecido por oferecer a primeira inovação em ocultismo desde Salomão.

3 comentários:

Malutro disse...

Esse cara nunca ouviu falar de magia do caos?? O.o

Malutro disse...

Esse cara nunca ouviu falar de magia do caos?? O.o

sydada disse...

provavelmente sim, ele é discordiano. talvez seja por isso mesmo que ele escreveu isso. o que não falta por aí são magos do caos sem senso de humor