segunda-feira, outubro 15, 2012

Compilações de um A

Era um instante antes da tempestade e joguei uma moeda dentro do trovão. O trovão provou e sentiu que era bom. O trovão multiplicou a moeda. A tempestade provou e sentiu que era bom. Então a tempestade caiu com uma miríade de moedas. As pessoas tombaram com as moedas fincadas pelo corpo.
Tombaram felizes e ricas.
"Mentira!" disse uma grande, gorda e cinza Cumulonimbus - "Agradeça a industria do alimento" .
Saí de casa para comprar miojo, apenas.
No meio do caminho perdi as malditas moedas. Anarquizei a mente, pois a desordem é a mentira do otimismo. E como brilha o otimismo quando está correto!

Como visto em: Turmei // Compilações de um A -1998 - Editora Cipó

Um comentário:

Sérgio Ferrari disse...

Turmei - Guru do Anarquismo

Eu pego a porta e passo a porta por baixo de um carro no transito de São Paulo.
Toc Toc
Quem é?
Woop-woop!
That's the sound of da police!
Woop-woop!
That's the sound of the beast!

http://www.youtube.com/watch?v=7-4o1CxvKfE

Como visto em: Turmei // Compilações de um A -1998 - Editora Cipó