sábado, novembro 01, 2008

A Dança da Consciência

Você olha para o outro e tudo acontece naturalmente. Mas é só lembrar das obrigações, só lembrar de manter a postura, só lembrar de lembrar de se fazer de perfeito, só lembrar de do script, só lembrar do que evitar, só lembrar do que é pra ser, não do que vai sendo. Isso estraga. Mas dá pra evitar? Dá pra combater? Será que alguém só funciona assim co mo cérebro distraído? Será que todos os propósitos enfrentam o problema da casa pronta* porque existe isso, e seria melhor dizer que tudo de melhor na vida acontece nonada, acontece por distração? Pode ser. Mas será que não existe nenhum foco que dê uma satisfação parecida? O Esporte, talvez? Na verdade, todos dão. A questão é o depois. A questão, na verdade, é só que tudo o que se passa na cabeça tem que ser natural também. Os planos às vezes são artificiais; isso que causa o passo errado na dança da consciência. Mas o que é natural? Aí...

* Você passa meses sonhando com sua casa nova. Mas depois de pronta todo o encanto some. Dá uma agonia depois de um tempo porque você percebe que a sua vida não mudou drasticamente; de repente você não está tão mais feliz e realizado por causa da sua casa nova. Você percebe que não era a redenção pra sua vida. Essa é o problema da casa pronta. O prazer maior está em sonhar com o futuro do que alcançá-lo.

Nenhum comentário: